Como cuidar do bem estar e saúde mental de idosos acamados

insert image
Como cuidar do bem estar e saúde mental de idosos acamados

O bem estar e a saúde mental de idosos acamados tem impacto direto na saúde física e qualidade de vida desses indivíduos. 


A falta de estímulos, isolamento social e acompanhamento profissional inadequados podem causar depressão, ansiedade e até níveis de demência culminando em piora de funcionalidade e declínio da autonomia do idoso. 

Com o  aumento da expectativa de vida da população houve também o aumento de enfermidades que podem levar a perda da mobilidade. Dentre elas, estão o Alzheimer, Parkinson, sequela de acidente vascular encefálico (AVC), desnutrição entre outras. Para que esses problemas não se agravem, é preciso atentar para alguns sinais e buscar o diagnóstico e acompanhamento precoce


Estudos mostram que o declínio cognitivo, nesses pacientes, pode ser desacelerado, compensado e prevenido


Saúde mental de idosos acamados


A perda da mobilidade afeta de forma significativa o emocional de quem é acometido. Isso acontece porque, muitas vezes, o idoso fica sem estímulos ou interação social. Alguns, inclusive, desenvolvem depressão e acreditam ser um fardo para a família.


Cabe a família do paciente estar presente e criar oportunidades de lazer e interação social.  Deixar que o idoso participe das decisões da casa, interagir com os membros da família, buscar atividades que sejam compatíveis com o nível de limitação do mesmo. 


Uma coisa simples a se fazer é sempre conversar com o idoso, mesmo que ele não responda. Conte sobre o seu dia ou alguma coisa legal que você leu. O estimule a falar e contar histórias. Coloque sua música preferida ou mostre um álbum de fotografias. 


A psicologia e a terapia ocupacional podem ser grandes aliados nesse momento. 


Estimulação cognitiva


A estimulação cognitiva é uma importante ferramenta de cuidado na terceira idade, em especial para idosos acamados. 


A qualidade de vida do idoso está diretamente ligada ao constante estímulo das suas habilidades cognitivas. 


Atividades


Nunca é tarde para se tentar uma nova atividade. Para idosos acamados, é interessante tentar abordagens diferentes, como aulas de música ou artes. 


Os familiares também devem convidar o idoso para fazerem atividades juntos, como palavras cruzadas ou jogos de cartas. 


A fisioterapia motora torna-se de fundamental importância para minimizar a perda progressiva de força muscular e mobilidade. Além disso, previne o aparecimento de contraturas. 


A mudança de decúbito deve ser feita rigorosamente por familiares e cuidadores a fim de evitar aparecimento de escaras de pressão.


Alimentação


Manter uma alimentação saudável, além de contribuir na prevenção contra doenças, ajuda a manter a saúde mental do idoso. O idoso acamado tem baixo nível de gasto calórico, por isso é indicado alimentos leves e de fácil digestão.


Uma alimentação balanceada e o  ambiente adequado ajudam também na qualidade do sono, fator imprescindível para manter o bem estar e saúde mental do idoso acamado, já que muitos sofrem de insônia.


Serviço de home care


Nesse contexto, o serviço prestados pelo home care auxiliam na melhor qualidade de vida do paciente acamado reduzindo o número de hospitalizações e complicações relacionados a condição. É de extrema importância ter um serviço de home care de confiança para o idoso acamado. Além de oferecer atendimento multiprofissional que atenda suas necessidades, garante segurança e bem estar. 


A Qualivida é pioneira no home care 4.0, oferece  cuidados e equipamentos de ponta para um atendimento domiciliar seguro e de qualidade. Nossa proposta é entregar profissionais qualificados para o atendimento dos pacientes. Integramos as visitas profissionais a entrega de equipamentos, materiais e medicamentos de acordo com o tratamento a ser realizado.


Texto escrito pela Dra. Lara Andrade




Precisa de um serviço de home care de confiança e qualidade? Fale com a gente


Confira mais dicas no nosso Instagram!

Confira outras matérias

insert image